Chove

 

Cl�lia Romano

 

Chove sobre meus amores partidos,

sobre os trens que correm,

ligando sub�rbios invertidos.

 

Chove sobre as ondas

deixando deitado o mar,

manso e vencido.

 

Chove, a chuva chove inevit�vel,

escrita nas estrelas qual destino,

ciclo ou fato consumado.

 

Chove, qual l�grimas

a pingar de teus ternos olhos

no retrato emba�ado que abra�o.





Mande esta p�gina aos seus amigos! Basta clicar uma s� vez!



 

Atlas

A Villa-Lobos

I.M.L.

Chove

Sexta-feira em Sampa