Pensa-me , de José P. di Cavalcanti Jr.










Pensa-me

 

José P. di Cavalcanti Jr.

 

 

Pensa-me água louca,
poema amassado ou dedos,
dedos que correm bolero;
pensa-me amuleto para supostas maldades
e pensa-me favo, favo de mel,
mas pensa-me.






Mande esta página aos seus amigos! Basta clicar uma só vez!



 

Artesanato

Pensa-me

A ferir-me, Mann (II)

Petransivit gladius

Risco na pele