Bruno Kampel




Se soubesses
que enquanto escrevo
te afago
e enquanto afago
te beijo
e como te agarro
enquanto penso
que te tenho!...

Se soubesses
o quanto e tanto
tenho te sonhado
e em sonhos
possu�do at� o del�rio
dirias que sim
que queres mais
e gritando exigirias
at� o meu �ltimo suspiro
e eu ent�o
matar-te-ia de prazer
e morreria de paix�o
entre os nossos ais
teus quero mais
teus outra vez
e bem dentro de voc�
entre m�sculos tensos
e suores densos
fincaria ra�zes
para todo o sempre.











      Mulher virtual       Carnaval        Tua carta  
        O convite    Corpo-a-corpo           Hotel
             Mulher      

 

 






 


Google


Creative Commons License