Spleen contempor�neo - de Newton De Lucca

 

 

 





 

Spleen contempor�neo

 

Newton De Lucca

 

 

Viajo aos pontos cardeais

mas nunca estou

em parte alguma...

 

onde o ref�gio do ser

em sua grandeza nenhuma ?

onde o rem�dio

para o estado cr�nico

de agonia ?...

 

onde, afinal, o sentido

mais profundo da vida

na porosidade perp�tua

de suas sombras ?...

 

Onde o centro

de nossa �ltima

Utopia ?

 

Ningu�m responde.

Est�o todos na periferia...

 





Mande esta p�gina aos seus amigos! Basta clicar uma s� vez!



 

Ionesco revisitado

Impasse psicanal�tico

Quest�o global

Spleen contempor�neo

Velhice

 

 







~